quinta-feira, 15 de outubro de 2009

11ª TORRE DAS PEÇAS - TORRE DE BABEL: DO NORTE AO SUL DO BRASIL

TORRE DE BABEL - DO NORTE AO SUL DO BRASIL
por Warny Marçano

Data do Evento: 10/10/2009
Duração do Evento: 14 horas (14:00h às 04:00h)
Número de Participantes: 59
Lançamentos jogados: Endeavor, Ad Astra, Kingsburg (Expansão)
Jogos que mais viram mesa: Small World, Stone Age, Dominion, Kingsburg (Expansão)
Jogos que não viram mesa: Power Grid, Battlestar Galactica, Galaxy Trucker

Mais uma edição da Torre das Peças. E mais uma vez a confirmação de que os jogos de tabuleiro ganham público a cada dia. Os novos jogadores (muitos que vinham apenas acompanhando alguém) dessa vez não só vieram como trouxeram novas pessoas. Logicamente o pessoal da velha guarda marcou presença. Mesmo com outros eventos rolando pela cidade (Hobbitcon e a SBGames), a Torre teve um de seus maiores públicos, 59 pessoas, quase o recorde do evento. Desde já, agradecemos a presença de todos!
Comecei jogando um dos jogos heavy mais viciantes do momento no Rio de Janeiro: Le Havre. E coincidentemente o Agricola está meio esquecido por enquanto. Joguei com o Fel Mosca Morta e Victor Zavandor. Dessa vez, resolvi seguir o livro do Bouzada e do Victor, fiz muitos barcos desde o começo, aproveitei pra ganhar uma grana com uma construção especial que vendia Brick e já estava comemorando a vitória. Mas logicamente quando um jogo tem o Fel Mosca Morta (que não parava de se lamuriar que ficaria em último disparado), não se pode relaxar. Fel comrpou muito mais barcos do que eu (depois de monopolizar os prédios de Coal e Coke), fez Steel de forma a conseguir ganhar uma fortuna no Shipping Line. E com isso, conseguiu fazer 308 pontos, contra 274 meus e cerca de 230 do Victor, que começou muito bem, mas caiu de produção.



Uma das grandes novidades este ano marcou o começo desta edição da Torre. E aqui está Victor Zavandor, vulgo Maratonista das Galáxias, fazendo sua jogada que muda os paradigmas do jogo! Mas desta vez não foi o suficiente para deter o Fel Mosca Morta, que ficou se lamuriando o jogo todo, dizeno que já havia perdido! Victor ainda tentará ganhar algo nesta edição da Torre, mas sem Galaxy Trucker ou Race For The Galaxy, como o maratonista das galáxias pode conseguir? Dessa vez faltaram mais jogos espaciais....



O casal Christiano e Cris já puxam um Dominion com o Kenny e o Fabiano. O Fel fez uma espécie de "Do Grego Estrategia" versão live com a Cris e ensinou os princípios básicos da estratégia da "Chapel".



O promoter da Torre, Japa, fez seu serviço e levou mais gente nova pra jogar! Mas esses da foto já fazem parte do pessoal antigo da Torre! Marcos, Luis e Cecilia jogando uma das novidades da Torre, Kingsburg com a expansão.

Logo depois, resolvemos jogar Endeavor, com Victor, Christiano (o único que não tinha jogado na mesa), Kenny, Fabiano e eu. O jogo, um misto de alocação de trabalhadores, gerenciamento de ações e set collection, está agradando cada vez mais. A partida, com cinco jogadores, durou apenas 1 hora! E serviu para desmistificar a mania d etodo mundo começar com Shipyard. Victor, um dos vencedores, com 69 pontos, começou com o prédio que aumenta o nível de construção. Kenny foi o outro vencedor, responsável por quase me tirar das cidades (fiz 4 pontos no tabuleiro mais 61, totalizando 65 e um terceiro lugar depois de estar liderando boa parte do jogo). Mas o que importa é que o Endeavor cada vez mais surpreende por sua alta rejogabilidade e variedade de opções.



Quando você vê um mesão de Red Dragon Inn, já pensa quem é o responsável! Logicamente que Leandro Zombie está envolvido! Dessa vez ele decidiu tirar folga com seus inseparáveis zumbis e deu um pulo na taverna tentando cubriar os outros jogadores. Cris, a lenda do Red Dragon Inn, conseguiu pelo menos tirar o dono do jogo!



Um dos grandes lançamentos de 2009 é o excelente Endeavor, que já está virando mania aqui no Rio de Janeiro. Lógico que em parte porque o Victor comprou e precisa "zerar" o jogo! Na foto, Victor, Kenny e Fabiano. Os dois primeiros dividiram a vitória, ambos com 69 pontos. E com isso, Victor prova que maratonista das galáxias também pode ser bom em descobertas!


Visão geral do Bob's, onde compareceram 59 pessoas! Em destaque, Zé, Fábio, Groo e Balão jogando Ticket to Ride. Ao fundo, Endeavor. Mais ao fundo, Gláucio jogando algo que não dá pra saber o que é!

Em seguida, Victor me apresentou a expansão do Saint Petersburg. As novas cartas são muito interessantes e adicionam uma rejogabilidade ainda maior para o jogo. Consegui uma construção que dava 1 de dinheiro por cada nobre na fase azul, o que me dava uma boa renda nas últimas fases ao passo que o Victor tinha muito dinheiro gerado na primeira fase, das cartas verdes. Acabei ganhando por 1 ponto de diferença (169 a 168) por causa da grana que sobrou no final! Um dos jogos mais emocionantes de Saint Petersburg que já joguei.


O pessoal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, veio para a SBGames e resolveram também prestigiar o Calabouço e a Torre das Peças. Jogaram Stone Age, Dice Town, Small World e Pandemic, gostando de todos os jogos. Valeu pela presença!


Outro jogo que não poderia faltar é o Small World! Fel Mosca Morta explica o jogo enquanto Shamou faz sua pose característica para a foto!


Zé, desde que chegou ao evento, queria ganhar algo! E para isso, apelou logo no começo para o Carcassone The Castle, jogo em que é a lenda suprema da galáxia! E qual foi sua surpresa ao constatar que havia perdido a partida! Caiu a lenda! Não satisfeito, puxa outro jogo em que é mais que uma lenda suprema (se é que existe isso!). Será que a lenda caiu no Ticket to Ride também?


Outra sensação da Torre é o pitoresco Looping Louie! Mais uma vez ele fez sucesso (parece que substituiu a velha sensação dos eventos, o Crokinole!). O problema era derrotar lendas como Fel Mosca Morta, Ana e Mezenga!


Visão geral do Bob's.

Já era por volta de 22h00min e puxamos um Kingsburg com expansão. O jogo, que já estava meio maceteado, ganhou novos ares com as cartas de eventos e os personagens iniciais, além das novas trilhas de construções. Decidi testar duas novas trilhas, na qual ganhava um recurso no começo de cada estação, podia trocar recurso por 2 pontos de vitória no final do outono, além de ter um dado extra tanto no verão (por causa da Fada) quanto no outono. Mezenga reclamava da sorte, enquanto Ana só tirava números altos! Já Victor aproveitou que token de "2" valia também como "1" ou "3" e conseguia ir direto na rainha (foram 4 vezes!). Mas no final, eu que não estava conseguindo fazer muito militar (só fiz a Guard Tower), não consegui derrotar o monstro final e vi minha Church ser destruída perdendo 7 pontos. Resultado, Ana com 45, Victor com 44, eu com 41 e Mezenga um pouco mais atrás.
Aline e o pessoal (não lembro o nome de todos!) jogando Notre Dame, jogo da velha guarda que fazia tempo que não rolava!

Dominion não poderia deixar de faltar! Mas...onde está o Estevan, lenda suprema e recordista de partidas de Dominion na Torre!
Kildare (que tava sumido!) ensinando o Pandemic pra galera do Sul!
Mais uma partida de Kingsburg, dessa vez capitaneada pelo Gláucio! Arnaldo (outro que andava sumido!) marcou presença. Rafael Lago, vulgo Cylon, reflete sobre a falta de Batlestar Galactica nessa edição da Torre!

E assim ocorreu mais uma Torre, com presenças ilustres de pessoas do Norte ao Sul do Brasil! Destaques para a lenda Zé (que caiu no Carcassone The Castle!), o pessoal de Santa Maria (RS), que adorou o Stone Age e o Small World, além da comemoração pelo aniversário da Ana, ilustre vencedora do Kingsburg! O pessoal ainda ficou jogando o lançamento Ad Astra trazido pelo Gláucio e que contou com a presença de Arnaldo, de Niterói (que andava sumido!) e com o famoso deputado Camilo Sujeira! Agora é esperar pela Batalha das Peças no dia 17/10 e pelo Castelo dia 31/10. Evento nesse mês é o que não falta!

8 comentários:

Erica disse...

Os nomes das pessoas do lado da Aline são Rafael e Erica(eu)!
Na minha frente está o Marcelo, o outro rapaz eu não lembro o nome.

Cris disse...

Como me tornei a Lenda do Red Dragon Inn?? Da mesma maneira que TODOS se juntaram pra me tirar de QUALQUER jogo que eu entre?!? É... pelo menos quando tirei o Leandro, tirei outro caboclo junto hehehehe

Leandro Zombie disse...

Gostei muito desta edição da TORRE. A casa tava cheia. E olha que saí cedo.

Gostaria, apenas, de corrigir uma injustiça: não foi mencionado que o RED DRAGON INN foi a maior mesa da noite, com 8 jogadores!

E Cris, desta vez vc foi salva pelo gongo. Se não tivesse batido minha hora, vc tb teria caído. :-) E da próxima vez vc não joga com a ilusionista de novo. Assim, dará uma chance para os outros jogadores.

Warny disse...

Erica,
Valeu por lembrar os nomes!
É muita gente pra lembrar! hehe

Cris,
Você é a lenda do Red Dragon Inn desde aquela partida no Castelo!

Leandro,
Red Dragon Inn está barrando o Bang em maiores mesas hehe

Abraços!

Leandro Zombie disse...

A presença dele já está confirmada para a próxima TORRE. Reservem desde já seus assentos na Taverna do Dragão Vermelho!!

Vanessa disse...

Caramba! Me arrependi de não ter lido antes seus relatos da Torre das peças, você contando e tirando sarro de todo mundo, fica muuuito mais engraçado. :)

Fabio disse...

Só faltou dar os créditos a quem teve a missão quase impossível de ganhar do Zé no The Castle e na Learning Session...

Warny disse...

Vanessa,
Valeu pelos elogios! hehe
Mas se vc gostou do report, leia os do Cadu! São hilários!

Fábio,
Pois é, mas fica registrado que você é a nova lenda do Carcassone The Castle hehe

Abraços!